27 Jun

Por postado em 27 Jun
 
Uma pesquisa feita pela Senior Lab e a Segmento Pesquisas, em todo o Brasil, traz dados interessantes sobre esse público chamado de 60+ (que idosos acima de 60 anos ou chamados também de ‘a terceira idade’). Cada vez mais conectados e adaptados às novas tecnologias, essa parte da população compra pela internet, está nas redes sociais e faz pesquisas e buscas especializadas.
 
Segundo o estudo “Nova Terceira Idade Hiperconectada”,  64% dos entrevistados usam smartphones, 15,3% das pessoas possuem perfil no Facebook, 89% tem o app WhatsApp instalado no celular  e 49% fazem compras na internet. O tempo médio de conexão é de 73 minutos por dia. A média do brasileiro é de 213 minutos, para o público geral. Segundo o sócio-diretor da Senior Lab, Martin Henkel, os sites precisam atentar para este público específico dos 60+.
 
“O tempo que eles ficam conectados embora seja curto é bem utilizado, isso nos passa um recado. Os sites precisam ser mais claros, objetivos, a linguagem mais direta, com pouca animação, os 60+ querem ir direto ao assunto com grande facilidadeO que a gente constatou na pesquisa, pelo perfil e descrição dos equipamentos que os entrevistados tinham em casa, é que o smartphone e o tablet estão trazendo a facilidade de utilização, facilitando a aprendizagem de uso. Os recursos mobile e, principalmente, o touch facilitam a vida do idoso que consegue fazer a navegação de forma mais intuitiva” - explicou.
 
Fonte: Senior Lab

Tags:

Comentários

Atenção: Você precisa estar logado para comentar!