- Fazer o pré-natal e ter a carteira de vacinação em dia é importante.

- Não expor a criança ao cigarro – seja seu, do vizinho ou de alguém da família.

- Tente também, sempre que possível, evitar que seu filho tenha contato com poeira, já que isso aumenta o risco de ter otite, fator de risco para o problema.

- Teste da Orelhinha ou Triagem Auditiva Neonatal é realizado no segundo ou terceiro dia de vida. Esse exame consiste na colocação de um fone acoplado a um computador na orelha do bebê que emite sons de fraca intensidade e recolhe as respostas que a orelha interna do bebê produz e é obrigatório e gratuito desde Agosto de 2010.

- Os ouvidos do bebê devem ser limpos somente de uma forma muito superficial. É muito importante saber que a cera que eles têm pode protegê-lo das otites, por isso só limparemos e é recomendado fazê-lo sempre no banho do bebê, com um pano úmido, pela parte de fora, na orelhinha, passando o paninho por todas as curvaturas, mas nunca introduzir nada no canal do ouvido, nem mesmo com hastes flexíveis de algodão (cotonetes), porque isso poderia provocar que nós mesmos tapássemos o ouvidinho do bebê com sua própria cera, ou machucá-lo. Muitas vezes o algodão pode se desprender e ficar retido no canal. 

Fonte: Revista Crescer

Tags:

Comentários

Atenção: Você precisa estar logado para comentar!